A Gruta do Lou

Apocalipse now, segundo a Gruta


Ultimamente ando com medo de escrever, estranho né?

Então resolvi escrever como forma de enfrentamento desse medo repentino e traiçoeiro. Azar o seu.

Não sei se você sabe, mas a Bíblia, apesar dos pesares, contém algumas profecias e o problema é que elas costumam se cumprir. Nem Nostradamus consegue resultado igual. Talvez o Malafaia, quem sabe. Esse cara é mesmo uma figura, agora resolveu questionar textos bíblicos que não se adaptam às bobagens que ele inventa para tirar grana dos incautos obnóxios que imprudentemente o seguem. Bom até a mim já seguiram, quiçá um Malafaia com aquela cara de turco safado. Enfim, deixa o maroto pra lá. Nosso assunto aqui é outro e milhões de vezes mais sério.

Como dizia, digo, escrevia, a Bíblia é um livro profético. Embora cheio de ambiguidades, contradições, interferências e tantas outras ressalvas ou imperfeições, graças aos nossos ancestrais, ela acerta em cheio em muitos pontos, se não em todos que aborda ou prevê. Como diria nosso professor de Novo Testamento, Dr. Russell P. Shedd, apesar de tudo, a Bíblia saiu do jeito que Deus queria e ponto.

Uma das profecias bíblicas mais assombrosas é aquela que prevê o controle total do mundo por ninguém menos que o Dr. diabo, no caso denominado “a besta”, com o auxilio de outro demônio, interessantemente denominado de falso profeta. Essas duas figuras serão do balacubaco e encherão a terra de terror, com perdão da redundância, de todos os tipos e qualidade. O conselho é a leitura do livro bíblico do Apocalipse, embora não seja tarefa das mais fáceis, devido ao estilo repleto de figuras, enigmas e parábolas.

Tenho dificuldade com toda essa história porque não creio em diabo. Pelo menos não na forma de um capetinha vestindo fusô vermelho, com chifres, rabo com ponta de seta, tridente nas mãos, jeitão gay e aquele sorriso Marta nos lábios. Por outro lado, não sou bobo de não crer no mal. Ainda mais eu que sou vitima contumaz dele, graças à minha proverbial tendência à imprudência, como chamar os filhos das trevas de diabos e falar mal dele por aí.

Se o seu pastor e o resto da pastorada, seja lá qual for a seita que dirijam, lessem o livro que juram ler, saberiam que estão conduzindo seus rebanhos exatamente na direção errada, ou seja, para dentro da boca do dragão, digo, do diabão e a passos largos. Essa figura, com raiva de Deus, resolve perseguir os que guardam os mandamentos de Deus e mantém o testemunho de Jesus. Note bem que não são os seguidores do pastor A, B, do C e D. Nem os membros dessa ou daquela seita evangélica. Segundo a profecia, essa figura terá a permissão de fazer guerra contra os santos e os derrotar e todos os habitantes da terra a adorarão, em outras palavras, o pessoal que não teve seus nomes inscritos num tal livro da vida do Cordeiro.

Sui generis o versinho que aparece aí:

Se alguém deve ir para o cativeiro,

    “Para o cativeiro irá.

Se alguém deve ser morto à espada,

    Necessário é que, à espada, morto seja”.

E termina essa parte da profecia assim:

Nisto repousa a perseverança e a fidelidade dos santos“.

Claro que eu e você, inconscientemente, estamos tratando de adiar esse tempo. Imaginamos que não estaremos mais aqui para testemunhar, com nossas vidas, esses acontecimentos, ou pior, simplesmente não cremos nessas bizarrices ou nem sequer as lemos. E se depender dos nossos “pastores” cuja palavra vale menos do que uma nota de três reais, aí é que a vaca irá mesmo para o brejo.

Agora as más noticias, pelo cheiro da brilhantina, o cenário para esse tempo vem sendo montado a passos largos, digo, marteladas largas. Graças ao poder dado à amiga besta para proferir arrogâncias e blasfêmias, a quantidade de idiotas a fazer-lhe a corte não será menor do que a totalidade dos habitantes da terra, menos o remanescente fiel, gente que não tem nada a ver com os tais frequentadores das igrejas da hora ou das cafonas.

Há grande probabilidade de que todo esse ambiente propício à dona besta seja exatamente o que estamos presenciando atualmente com a cara exata da descrição da profecia bíblica. Com o risco de não estarmos com nossos nomes escritos no livro certo e, muito menos, militando nos exércitos certos, que serão formados por gente batuta, como diria o Ari Velloso, não os palmeirenses óbvio, mas que em suas bocas não se achou engano e são irrepreensíveis, como o Ari foi, salvo engano. Embora pensemos e acreditemos no contrário, que somos os tais e que o Reino de Deus está no papo.

Nessa, acho que já me dei mal. Espero que haja um terceiro lugar, reservado aos indecisos e aos culpados arrependidos.

Bom, para resumir o imbróglio, se é que isso seja possível, tudo, repito, tudo que tenha a ver com coisas enganosas e com a mentira (tais como as falácias relativas às catástrofes planetárias, crises econômicas no primeiro mundo, etc.) faz parte, agora, da presença dessa realidade apocalíptica descrita pela bíblia. Bancos Centrais, mundiais, Fundos Monetários, Mercados Comuns (preste atenção nesse tipo de organização), ONGs, etc., estão todos a serviço do senhor desse mundo. Engraçado que a turma engajada nessas coisas adora fazer sinaizinhos em forma de chifres com as mãos. Até a Dilma anda fazendo isso por aí.

As tais igrejas da moda, ou de nosso tempo, nunca estiveram mais alienadas do que agora. Isso está previsto no modus operandi do demo, em outras palavras, enfraquecer todos os pilares das sociedades (Governo, igreja, escola, mídia e família). Provavelmente, seus lideres façam parte das milícias bestiais que se multiplicaram nos últimos tempos, como as inúmeras confrarias e sociedades secretas. Não confie em nada com nome de fraternidade ou liberdade. O Dr. Diabo adora cercear o livre pensar e manter todas as mentes pensantes devidamente ocupadas com o pão nosso de cada dia. Já repararam que a primeira oferta que o diabo faz para comprar as nossas almas é nos livrar dos nossos embaraços financeiros. O problema é que essas ofertas não são opcionais, pois quem não as aceita recebe a maldição contrária e aí, viramos testemunhas vencedoras, daquelas que mesmo em face da morte não temeram e perderam a cabecinha. Afinal somos mais do que vencedores quando pegamos a nossa cruz e seguimos a Cristo.

Resta-nos aquela frase meio desconexa de Jesus: E conhecereis a verdade e a verdade os libertará.

Mas quem está interessado na verdade? Você?

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.


Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.