A Gruta do Lou

Água da Vida

Jesus era mesmo muito esquisito. Depois de viajar muito tempo, saindo da Judéia em direção à Galiléia, parou em Sicar, uma cidade samaritana, perto das terras que Jacó deu a seu filho José e onde se encontrava a fonte de Jacó, o Mestre Galileu sentou-se ali e ficou observando o movimento das pessoas, naquele lugar.

Em seu lugar, eu ia mergulhar na fonte ou encher um balde e jogar a água em minha cabeça. Mas Jesus sentou e ficou observando as pessoas tirando água do poço. Para completar sua esquisitice, quando uma mulher samaritana chegou junto à fonte, ele pediu a ela que lhe desse de beber. Ora bolas! Será que Jesus não sabia que não era permitido a um judeu dirigir a palavra para uma mulher samaritana? Pior ainda, ele conversou com ela um tempão. Papo firmíssimo. Discutiram até teologia e a mulher com o cântaro parecia saber das coisas.

A atitude do Nazareno foi tão inusitada, que quando seus discípulos retornaram da cidade, onde haviam ido comprar alimentos, eles se espantaram de flagrá-lo conversando com uma mulher tão desclassificada. Pô, Jesus, não dá uma dessa! Todo mundo deitando falação contra você e agora isso. Para completar as sandices, Jesus ainda ofereceu a ela a água da vida. Pode?

A gente se esforça p’ra caçamba. O ano inteiro combatendo esses malucos liberais. Até pedimos para o prefeito do Rio fechar a Thomas Nelson Brasil, sob qualquer pretexto. Quantos comentários deixamos de publicar de gente maluca ou de esquerda ousando nos contrariar e nunca, em tempo algum, o de Nazaré nos ofereceu essa água singular.

Não conheço ninguém que tenha tomado a Água da Vida. Aliás, nunca vi essa água. Conheço a Água Lindoya, a Água Prata e mais algumas, mas nenhuma Água da Vida. Não sei se cura doenças, faz crescer cabelo ou rejuvenesce o incauto bebedor. Posso afirmar, sem medo de errar, que os liberais nunca beberam dela, também. Mas deve ser da boa ou o mestre não a teria mencionado. Bem, ele podia ter tentado dar uma de malandro. Isso, isso, isso. Ele inventou essa água na hora, só para convencer a mocréia a tirar-lhe água, pois o poço era fundo e ele não tinha com que tirar.

É, até tu Brutus! Ninguém resiste à tentação de fazer as mulheres cuidarem do serviço pesado. Bando de machistas. Além disso, nem o mestre tirou dez nessa matéria.

Enfim, como sou um cristão fanático, pus-me ao lado da fonte de Jacó e estou esperando alguém que venha e me dê água para beber, saciando minha sede. Mas não quero discutir teologia. Se for algum comuna, nem vem que não tem, ou terá. Na verdade, essa nem os ortodoxos jamais provaram. Só que, até agora, não apareceu ninguém que possa me ajudar a matar a sede.

Mas o que será que o Salvador de Nazaré quis dizer com essa história?

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

11 thoughts on “Água da Vida

  1. Francisco, sei como é. A Gruta é lugar dos aniversariantes, também. Esse dia, para muitos, não é fácil. De qualquer maneira, em nome de todos os grutenses, desejo toda a felicidade possível a você, com as bençãos do chefe, inclusive.

  2. Aos leitores interessados na questão envolvendo a Thomas Nelson Brasil, trata-se de uma fofoca que anda por aí. Há chance de que não seja verdade ter havido uma sondagem, junto ao prefeito do Rio, sobre a possibilidade de fechá-la. Agora, são fortes os rumores sobre grande insatisfação de certas lideranças, mais ortodoxas, relacionada à linha editorial dessa editora. Tudo isso eu ouvi em São Paulo, ontem, onde estive em contato com alguns pastores e líderes evangélicos paulistanos.
    Lembro que este blog não tem propósito informativo e jornalístico. Aqui fofocamos mesmo, com discrição, obviamente. Mas fica a dica para o pessoal do jornalismo: pode haver fogo sob essa fumaça.

  3. Po!!! Lou adorei mesmo o seu jeito de escrever.
    So tenho um conselho se quiser matar a sede …..vc sabe não precisa eu dizer!
    Um abração meu irmão

  4. Esse pessoal que quereria fechar a Thomas Nelson não é o mesmo que lê a Veja, aquela revista que defende a liberdade de expressão e diz ser a única não manipulável?

    Mundo confuso e contraditório… quando eu for adulto, será que vou entendê-lo?

  5. A Prefeitura do Rio parece mesmo ter decidido fechar a Thomas Nelson Brasil. Por isso é que nesta semana a área de Bonsucesso, próxima à favela da Maré, onde fica a empresa estava um verdadeiro alvoroço. Segundo ouvi dizer de um pessoal de uma igreja da região, os fiscais da prefeitura~, quando chegaram para lacrar a empresa, foram surpreendidos pelos traficantes da Maré e expulsos à bala… Claro que não dá para dizer que foi a prórpria Thomas Nelson que chamou os bandidos, mas sei lá…
    Por causa disso, deu a maior confusão na favela, com direito a tiroteios constantes na última segunda e terça. Até o Core e temível caveirão foi chamado. O pior é que a Thomas Nelson não foi fechada até agora e continuará publicando estes liberais com pensamentos ímpios.
    Parabéns pelo blog!

    Ezequiel

  6. Que é isso???
    Onde já se viu o poder municipal fechar uma empresa privada sem ser por violação de alguma lei? Será que agora, pensar diferente é crime?
    Só prá começar, onde está a democracia de pensamento?
    “Liberais com pensamentos ímpios”??? Tenha a santa paciência…
    Será que incentivar a reflexão é pior do que os Don Gossets, Mastrals (sic) e Warren da Vida?
    Será que terei de mudar minha interpretação ao (sic) do blog????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.