A Vitória se aproxima

Grande Otelo, ator e comediante brasileiro
Grande Otelo, ator e comediante brasileiro

 

Caro Wormwood

Dei outra voltinha pela terra e trago boas noticias. Para começar, aquele idiota mentiroso, que nós colocamos na presidência dos Estados Unidos, nos saiu muito melhor que a encomenda. Todos os dias, mais de duzentas pessoas morrem no Iraque, mais algumas dezenas no Afeganistão, graças a esse modelo bem acabado de perversidade e cara de pau, por nós, criado.

Outro projeto que continua funcionando, como nunca, é o Rio de Janeiro. Aquela ideia que você me deu de convencê-los a tornar aquela estatueta ridícula, do alto do Corcovado, em uma das maravilhas do mundo, foi supimpa. Aquele povo continua pensando que só existem eles no mundo e que tudo gira em torno deles. Ali, nossos seguidores fieis estão matando tanto quanto nosso pessoal no Iraque, sob a conivência de nossos agentes infiltrados na política, na polícia, na mídia, na igreja e na escola.

Como havia lhe informado, convenci nosso pessoal a trabalhar para armar um grande circo lá. Começou no fim da semana passada e durará quinze dias. Enquanto isso, enfraqueceremos todas as possíveis iniciativas dos terroristas, bem como suas ações ridículas em todas as frentes.

Quanto à ofensiva africana, visando ceifar o maior número de pessoas, especialmente as crianças, aqueles pestinhas sabotadores, através das doenças genialmente criadas por nossos cientistas, ela caminha melhor do que nunca. Temos impedido todas as iniciativas dos terroristas, cujo intento seja o enfrentamento de nossos exércitos, nessa terrinha esquecida por Deus e pelos homens, especialmente nossos maiores colaboradores, os cristãos.

Cuidado especial eu recomendo em relação a um grupo terrorista, uns tais grutenses ou maltrapilhos que andam pipocando aqui e ali. Já tratamos de impor-lhes o bloqueio econômico, criar-lhes todos os tipos de problemas e suscitar-lhes o descrédito e o desprezo dos outros idiotas que andam às voltas com o livrinho horroroso. Já estocamos todos os tipos de doenças e nossos famosos ataques pelos flancos, onde estão seus indefesos familiares, estão prontos para serem deflagrados, às suas ordens. Mas todo cuidado é pouco com esses sabotadores. São terroristas perigosos. É melhor verificar se esses procedimentos são os melhores, mesmo. Tenho certo receio de fortalecê-los. Eles ficam dizendo por aí que quando chegam na fraqueza é que ficam mais fortes. Nem o nosso servo Ossama diz algo parecido. Caso isso se dê, passaremos ao plano B, como fizemos com tantos antes, abandonando tudo isso.

Em sua próxima viagem à terra, trate de manter tudo como está e, se possível, intensifique todas as operações, em todas as frentes. A vitória se aproxima. Até agora nem sinal de reação daquela bobagem que o Barba Branca inventou com o nome de Igreja. Nosso servicinho chegou à perfeição e o Criador está de mãos atadas, sem ter a quem recorrer. Todos os seus anjos estão envolvidos em apagar as chamas provocadas por nossas destruições, em todos os lados. É uma maravilha. Você verá com seus próprios olhos.

Para encerrar, fui testemunha de um fato inusitado. Um desses pastores, dentre aqueles que corrompemos facilmente, com quase nada, está subindo cada vez mais e logo poderemos usá-lo como planejamos. Ah! Nossa mentira sobre aquecimento global, destruição do planeta e buraco na camada de ozônio colou como nunca poderíamos imaginar. O povo está apavorado e no ponto exato para, não só largar as falácias cristãs, mas prostrar e nos adorar, como sempre sonhamos. Estou maravilhado com seu trabalho. Parabéns!

Ass: Screwtape

morcego-12

5 thoughts on “A Vitória se aproxima

  1. Lou, o C S L ewis está entre meus favoritos e Cartas é um livro para se ler, reler, pensar, ler de novo….. e sua “adaptação” é sempre acrescentadora!
    que Deus te abençoe!
    beijos,
    alê

  2. Screwtape, amigo. Agradeço-lhe pelo circo armado na cidade do Rio de Janeiro. Tem sido minha diversão nas férias. Não pude me encaminhar até lá por me faltar vosso papel sagrado, aquele verdinho (aliás, aproveito a oportunidade para lhe suplicar algumas maletas dele). Mas acontece que aquelas caras da televisão, aqueles que gostam de divulgar estes espetáculos circenses, pois bem, estão transmitindo muito bem tudo o que se passa por lá. Chorei ontem pela Jade. Screwtape, amigo, poderias dar uma forcinha para nossas ginastas nas finais de hoje, não acha?! Deus é brasileiro, e você bem que gosta de ter o que o velhinho tem, não é mesmo?! Ouça-me. Abraço.

  3. Misericórdia, Senhor!!!

    Ah! acho que o destinatário respondeu ao pedido de Alysson. A Jade ganhou um ouro…rsrs
    Acho que não!
    Prefiro pensar no dedo de Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *