A nobreza necessária de cada dia

Os motivos pelos quais entramos em crise podem ser vários. A crise, deprime e esse sentimento paralisa.

Jesus nasceu em uma gruta. Durante muito tempo suspeitei dessa história. Não parecia fazer sentido e estava deslocada em meio à narrativa evangélica. Então veio o anjo ministrador e desfez a dúvida: o filho de Deus, salvador enviado com a missão de resgatar os aflitos abatidos e libertar os cativos nasceu entre eles para cumprir sua missão. Saiu da Gruta em direção à cruz para, em pouco mais de trinta e três anos, executar seu mandado divino.

Não me iludo, afinal sou um homem, apenas. Deve ter sido bom ser Jesus de Nazaré. Bom para ele e para nós. Fosse um de nós, teríamos acertado as coisas de forma diferente lá no deserto. Falta-me nobreza. Só os predestinados nascem com esse equipamento. Nesse ponto, sou obrigado a parecer um calvinista. Se bem que ninguém deve se iludir, se você não nasceu para vintém, será sempre um tostão. Assim, muitos vão ficando pelo caminho, caindo na conversa do diabo de ser o dono do mundo. Essa é uma promessa que ele não cumpre, assim como nenhuma das outras, porque significaria abrir mão de seus próprios privilégios.

Em certo sentido, nós somos traídos em coisinhas menores. As forças inimigas sabem lidar conosco. Não precisa nos oferecer o mundo. Basta um pequeno cargo aqui, serve até posto eclesiástico, mesmo que seja o desprestigiado diaconato ou algum back vocal na banda esporádico, um dinheirinho extra ali, mesmo que seja “por fora” ou uma aventura sexual de poucos minutos, mesmo que coloque em risco toda a nossa estrutura familiar. Depois ficamos por aí, tentando justificar o injustificável. Até para suportar, com amor e delicadeza, os anos de ouro de um casamento e/ou a penúria é preciso ser nobre. Quando a fome e o tesão se tornam insuportáveis, o capeta sempre aparece com seus golpes e artimanhas, para lá de manjados.

Não nasci nobre. Preciso implorar diariamente para o Senhor me conceder a nobreza necessária de cada dia. Com ela, não cairei em tentação e, talvez, saia das minhas prisões.

Share this:
Share this page via EmailShare this page via Stumble UponShare this page via Digg thisShare this page via FacebookShare this page via Twitter

6 respostas para “A nobreza necessária de cada dia”

  1. Eu sou tão menos nobre que você, que nem implorar eu o faço. Se Ele me dá a graça de não sucumbir totalmente, é por pura e simples misericórdia, só.

    “É nada. Peço a Deus tudo que não tenho. Nobreza é o caso. Depois faço a oração do Hommer: “se o Senhor não enviar um sinal dos céus nos próximos dois segundos, saberei que o senhor me atendeu”.

  2. Poxa Lou, você vai lá no Teologia Livre, lê nossa meditação sobre o presépio… olha seu nome no bairro nobre… vem aqui e escreve essa obra prima e nem cita a fonte inspiradora!??

    Um grande abraço,

    Roger
    PS: nem eu sei mais quando estou brincando ou falando sério

    “Talvez você tenha sido imprudente o suficiente para ver nobreza em mim”.

  3. Se não for o SENHOR nos agraciar, diariamente, com SUA nobreza, cairemos em tentação, continuaremos presos e pobres e cegos e nus..

    Abraços Lou

    Ele não é bobo e trata de enviar-nos a nobreza rapidinho. Posso ver o orgulhoso olhar dele quando alguém exalta o quão nobre somos.

  4. Lou,

    Prazer em “lê-lo”.

    Deixo um abraço

    Viviana

    Obrigado, sei disso. Não pense que você se livrou de meu patrulhamento diário lá no Olhai os lírios do campo. 🙂

  5. Verdade, ninguém nasce nobre, aliás, ninguém nasce coisa alguma, se compreende ser ou não, os motivos que levam a tal escolha cada um tem o seu. Não formei nenhum conceito moral ou ético por ler em algum livro que tem que ser assim ou “assado”, até porque alguns lhe mostram o caminho outros morrem na promessa. (Vivo em sociedade, dou e apresento o que espero receber de volta)… Que perfil de ser humano queremos ter?

    Obrigado pela visita e comentário. Volte sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.