A Gruta do Lou

Procura-se uma igreja

092518_0429_Procuraseum1 Procura-se uma igreja

Igreja Notre Dame – Paris, França.

Fiquei interessado em descobrir se ainda há, pelo menos, uma igreja. Calma, obviamente há muitas construções e situações onde há um grupo (maior ou menor) de pessoas sob a égide, onde podemos ler a palavra à igreja ou algo menos objetivo, mas você sabe tratar-se de uma igreja.

092518_0429_Procuraseum1 Procura-se uma igreja

 

Fiz o rito de conversão em 1976 em uma Igreja pentecostal. Eu já era cristão, desde quando posso me lembrar. Mas até então, era cristão católico. Vinha de uma passagem pelo Colégio Santo Agostinho, onde fiz o primeiro ano primário (anos depois o pedagogo Paulo Freire resolveu mudar o curso primário para fundamental, como se vê, um ato de gênio), depois passei pelo Colégio Meninópolis,

                                        Igreja Cristo Salva

também católico, onde terminei o curso primário e fui para o ginásio, para o horror do Freire, e também fiz minha primeira comunhão lá.

Duas situações me prepararam para trocar o catolicismo pelo protestantismo. Primeiro um pastor metodista, parte do grupo responsável pelas aulas de Educação Religiosa. Também havia um padre e um Rabino. Tinha mais um, mas nunca assisti as aulas do cara. Segundo foi ver em filmes norte-americanos onde eles mostram como é a igreja protestante na terra deles e eu achava legal.

Mas a igreja pentecostal me emocionou, desde o primeiro dia até o último. Depois de três anos por lá, mudei para a igreja batista do Morumbi, onde havia uma proposta bacana, tocada pelo Pr. Ari Velloso e pastores auxiliares. Foi uma mudança e tanto, pois aquela igreja era bem diferente, mas havia uma conjunção invertida entre elas. Enquanto os pentecostais daquela época focavam nas obras do Espírito Santo, os batistas focavam o estudo da Bíblia.

092518_0429_Procuraseum1 Procura-se uma igreja

Catedral da Sé – São Paulo, Brasil

Olha, a igreja católica, sei lá quando, resolveu ser a protetora dos pobres. Não discuto o fato dos mais pobres necessitarem de ajuda e é aí onde os problemas começam. No final do século XV, começo do século XVI, aconteceu a Reforma na igreja católica, tendo à frente Lutero.

Antes disso, secs. XII e XIII, a igreja católica recebeu um presente não esperado. Um homem chamado Francisco de Assis resolveu deixar sua família abastada e partir para uma vida de dois pontos: Primeiro, viver segundo a vontade de Deus. Segundo, cuidar dos pobres. Então a liderança da igreja católica, na pessoa do Papa da hora resolveu, a partir dali, absorver a ideia de usar os pobres como sua missão: servir ao pobres.

092518_0429_Procuraseum1 Procura-se uma igreja

Basílica de Aparecida

Com essa conversa, valores nunca antes vistos, entraram para os cofres da Igreja Católica. Pena a Igreja não ter absorvido o ponto nº 1 de Francisco. A febre pelas doações tornou-se doentia e muitos dos membros do clero fizeram parte nisso. O pior, como exemplo, foi a famosa venda de indulgências (veja no Google, se não souber).

092518_0429_Procuraseum1 Procura-se uma igreja

Martinho Lutero

Voltando a Lutero, o passo dado por ele através de 90 teses afixadas nas portas da igreja, onde ele era o sacerdote, rompeu com a Igreja Católica e muitos o seguiram. Lutero teve ajuda de outros baluartes como Zuíglio, Calvino, etc.

092518_0429_Procuraseum1 Procura-se uma igreja

João Calvino

Calvino ficou famoso, como dizia meu professor de Novo Testamento, Dr. Russel P. Shedd, “se qualquer um de nós começasse hoje a ler os livros escritos por Calvino, morreríamos sem conseguir ler todos”.

Esse homem é tido como um dos melhores e mais profícuo entre os teólogos da história da Igreja protestante, mas ele cometeu um erro. Erro até banal, mas isso escangalhou a linha mestra da teologia dele. Lendo a carta de Paulo aos Efésios de 1:3 a 1:10, Paulo refere-se aos judeus; e de 2:11 a 2:13 refere-se aos gentios e de 2:14 a 2:22 aos dois povos conjuntamente. Isso foi percebido reparando nos pronomes “nós” para os judeus e “vós” para os gentios.

Veja como a parte sobre a predestinação ficou toda para o lado dos judeus, os verdadeiros predestinados, enquanto os gentios foram aproximados para fazer parte pelo sangue de Jesus. Problema é a tal teologia da predestinação defendida por ele. Ela existe, mas não é para todos. Em compensação, os gentios serão salvos pelo amor de nosso Jesus Senhor e salvador.

Enfim, nós por exemplo, descendentes de portugueses e espanhóis, temos alguma chance de ser judeus, mas por causa dos problemas causados pela invasão da Europa pelos muçulmanos, os judeus trataram de esconder a sua real identidade. Mudaram seus nomes (Pereira, Santos, Mello, Silva, Figueira, etc.) e acabaram perdendo seus vínculos para sempre. Ultimamente, espanhóis e portugueses têm feito chamadas para tentar encontrar o máximo possível de pessoas fugitivas para trazê-las de volta. Sendo assim, andamos como gentios e não há como saber se somos ou não.

Onde entra esse detalhe? Jesus viveu em Israel, basicamente. Seu passeio pelo Egito não conta, pois era um recém-nascido. Assim sendo, ele falou basicamente aos judeus, afinal Israel era a terra dos judeus. Acho engraçado e triste ao mesmo tempo, os povos do entorno reivindicando o direito de manter sua mesquita em Jerusalém e com isso manter outro direito, de ter livre acesso a Israel, terra dos judeus e, de vez em quando, explodir alguns cidadãos israelenses para não perder a forma.

Após milhares de anos, os povos não judeus e residentes no Oriente Médio morrem de ciumes do povo israelita. Obviamente, esses povos são considerados gentios, assim como eu. Por que não sinto ciumes dos judeus? Elementar meu caro Watson, porque sou cristão e me sinto amparado por Jesus, pois sua morte, e 092518_0429_Procuraseum1 Procura-se uma igreja

morte de cruz, nos deu acesso completo à salvação sem qualquer prejuízo aos judeus.

O fato é simples, Deus perdoou os gentios completamente por nossos pecados sem qualquer pagamento a posterior, enquanto os judeus, povo escolhido, até o momento daquela cruz infame, tinham a obrigações pesadas para conseguir seu perdão. A cruz  carregada por Jesus e Simão Cirineu incluiu a todos, gentios e judeus (o povo escolhido por Deus, desde o começo). A quem diga ser imprudente seguir a Jesus, de repente você é obrigado a carregar a cruz dele… vai saber.

A maior parte dos povos oriundos dos países do Oriente Médio, além dos ciumes do povo escolhido por Deus, resolveram criar uma outra religião, a saber o Islã, cujo profeta Maomé é considerado seu maior expoente, e dessa forma não se consideram gentios. Talvez tenham escolhidos a eles mesmos.

De certa forma, através da Igreja Católica afastou-se de Jesus, sua cruz salvadora e sua missão pouco rentável. Agora, os protestantes estão caminhando na mesma direção dos católicos e por fim, incorrendo nas mesmas bobagens nas quais os Islamitas se meteram.

Meu interesse aqui não é histórico, apenas lembrar de fatos já experimentados no passado longínquo, embora a igreja católica, até hoje, continue com a mesma “missão” humanista deles. A igreja católica é hoje, um dos maiores conglomerados existentes nesse mundo. Há quem diga, se a Igreja Católica usasse esses valores em favor dos pobres, acabaria a pobreza no planeta.

Pior, a Igreja Protestante atual tem se aproximado da igreja católica, fora as ideologias de esquerda, também resolveram absorver a missão em favor dos pobres, com uma diferença, ao invés de receber os valores via doações, os vermelhos acham mais prático tirar tudo na marra mesmo.

092518_0429_Procuraseum1 Procura-se uma igreja

Francisco de Assis

Obviamente, não há nada a impedir os cristãos de cuidar e ajudar pessoas em necessidade (pobres) quando necessário e com inteligência para não os tornar dependentes. Mas a missão principal dada por Jesus Cristo não é essa, como mencionado acima.

Bem, as coisas não são bem assim e há muita água para correr sob a ponte. Meu objetivo aqui é bem mais modesto, pois não pretendo mudar nenhuma das duas vertentes cristãs. Isso é lá com Deus.

Problema é o seguinte, se você me perguntar qual é minha igreja, posso lhe responder de duas maneiras: primeiro, não estou envolvido com igreja nenhuma; segundo, estou envolvido com todas as igrejas ao mesmo tempo, sem fazer parte de nenhuma delas, mas quero estar onde o Espírito Santo esteja.

Esse tipo de igrejas conhecidas por nós, surgiu mais de trezentos anos após Jesus ter assentado sua Igreja sobre sua própria cruz e ordenou aos seus discípulos para darem prosseguimento. A igreja iniciada por Jesus Cristo não tinha templos, não fazia campanhas desnecessárias e sua missão era: “Ide por todo o mundo fazendo discípulos e ensinando tudo o que lhes ensinei“.

As igrejas pentecostais estão cheias de heresias, a tal teologia da prosperidade é uma delas, mas há outras, foi-se o tempo quando o Espirito Santo se manifestava entre elas e era só bênçãos sem fim. Mas hoje, o Espirito Santo não tem dado as caras por lá, pelo menos, não dentro das igrejas, mas as profecias sem nexo e outras “cositas” ainda acontecem por lá.

092518_0429_Procuraseum1 Procura-se uma igreja

As outras igrejas, as chamadas históricas, resolveram abraçar a teologia Integral (ou na Íntegra) uma proposta em favor dos pobres, tanto quanto fazem os católicos. Na segunda metade do século passado houve uma tentativa de inserir essa doutrina com o nome de teologia da libertação, fez algum estrago, mas a presença dos Papas João Paulo II e do Papa Bento XVI impediu o avanço dela. Com a vinda do Papa Francisco os católicos voltaram à carga, e os protestantes também, mas mudando o nome para Teologia Integral.

Enfim, sobrou ser a minha própria igreja, mesmo porque, não sou bem-vindo em nenhuma das facções. Durante um tempo ficava em uma igreja até perceber a hora de ir embora. Quando não me tocava, o pessoal tratava de fazê-lo por mim.

Mas cansei disso. Sigo com Cristo, crendo no perdão imerecido a nós dado sem contrapartida, o Espírito Santo e a minha Bíblia. Não pretendo inventar uma outra Igreja ou, talvez, com todos os outros desigrejados pelos mesmos motivos, aguardarmos o Senhor vir nos buscas, se ainda não veio.

092518_0429_Procuraseum1 Procura-se uma igreja

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.