A Gruta do Lou

A virtude de empobrecer para enriquecer os pobres


“Pois vocês conhecem a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, se fez pobre por amor de vocês, para que por meio de sua pobreza vocês se tornassem ricos”. 

2 Coríntios 8:2

Antes de vir ao mundo, Jesus era rico pois morava com o Pai Celestial no Reino de Deus onde há tudo na proporção ideal. Então foi preciso abdicar de tudo para vir e entrou nesta vida como qualquer outro bebe, sem trazer nada para esse mundo. Depois viveu sem consumir e amealhar bens, muito menos. Do ponto de vista desse mundo ele era pobre. Mas em sua pobreza deu a todos a maior riqueza possível, ou seja, a virtude e com ela o Reino de Deus e a Vida Eterna. Haveria riqueza maior do que essa?

Pois então, essa é a virtude desejada por Jesus e o Pai dele. Já os pobres de desse mundo sempre estarão conosco e cabe aos que receberam o Reino de Deus e a Vida Eterna usar a virtude verdadeira com eles. 

Estamos vivendo dias onde se fala muito em pobreza e pobres. Boa parte disso incluí Jesus Cristo como mandante ou adepto de campanhas e políticas nesse sentido, pelo menos é o que dizem as igrejas cristãs.

Na caminhada de Jesus, durante seus três anos de peregrinação pelo planeta, mais exatamente nas terras de Israel, deixou claro suas prioridades. Diversas vezes chamou atenção sobre a pobreza e os pobres de bens e alimento, mas apenas como uma constatação.

Em nenhum momento, entretanto, Jesus Cristo estabeleceu qualquer programa ou missão em favor dos mais pobres. Em seu sermão mais significante, mencionado nos evangelhos e conhecido como o Sermão da Montanha, ele disse entre as chamadas Bem-aventuranças: “Bem aventurados os pobres de espírito, pois deles é o Reino dos Céus”; e depois, “Bem aventurados os que tem fome e sede de justiça, porque serão fartos”; e ainda “Bem aventurados os humildes, porque herdarão a Terra”.

Nas palavras do parágrafo anterior o jogo de palavras do Matheus, mostrando outros tipos de pobres, mas não os pobres de comida, dinheiro e bens.

A principal mensagem de Jesus, durante todo esse tempo, foi: “Arrependei-vos porque é chegado o Reino de Deus”. Além disso, Ele disseminou uma série de atitudes esperadas por Deus, menos alguma ação específica em favor dos pobres de trabalho, dinheiro, moradia, bens e alimento.

Em Marcos 12:44 Ele disse: “Todos esses deram do que lhes sobrava; mas ela, da sua pobreza, deu tudo o que possuía para viver”, momento consagrado como a oferta de viúva pobre.

O apóstolo Paulo assimilou a lição da viúva pobre, aplicando-a em primeiro lugar a Jesus, conforme o versículo introdutório desse texto, ou seja, a virtude em relação aos pobres está em ser capaz de dar ou se fazer pobre para que os pobres obtenham riquezas verdadeiras.

Um cartão meio miserável chamado de Bolsa Família e outros que tais, não tem virtude. Só serve para alimentar vantagem em corridas políticas. Sem falar da origem desse dinheiro, ou seja, retirado compulsoriamente de uma maioria também carente de bens e necessidades.

Não há virtude nessas práticas. Ao contrário, Deus deve abominar essas benesses mentirosas e eleitoreiras, sem qualquer efeito sobre o estado de pobreza de milhares de pessoas. Em outro momento, Jesus chegou a dar pito em seus discípulos lembrando o fato de termos pobres ao longo de nossas vidas sempre.

Com isso, a virtude esperada por Jesus de nossa parte sempre poderá ser realizada, durante nossas vidas, empobrecendo para enriquecer os mais pobres. Logo após recebendo a riqueza de Cristo, novamente, em um fluxo interminável.

Algumas igrejas e religiões, a começar das mais famosas, fazem campanhas em favor dos pobres doando cestas básicas e roupas usadas, geralmente. Em contrapartida, enriquecem com as doações recebidas, na maioria, dos mais pobres. Algumas delas contam entre os maiores conglomerados de riqueza do planeta, mas eles jamais experimentaram utilizar da “virtude” dividida por Jesus Cristo, utilizando sua riqueza maior para enriquecer os pobres de espírito.

Não consigo entender a falta de raciocínio da maioria das pessoas. um verdadeiro frenesi global para dar esmolas para os pobres. Até os pobres se espantam quando alguém lhes dá seus melhores pertences e alguns até rejeitam doações desse tipo.

A consequência de desconhecer a verdadeira virtude ensinada pelo Cristo é essa mania mundial de dar esmolas, considerando os responsáveis por esses programas como pessoas santas e/ou valorosas. Boa parte dos ganhadores do Prêmio Nobel da Paz, foram protagonistas dessas campanhas, sem jamais viver a virtude ensinada por Jesus.

Sinto frustrar os incautos crédulos nessas falácias responsáveis por eleger verdadeiros déspotas para dirigir seus países e cidades. A pobreza existe onde não há a prática da virtude. A chamada caridade, muitas vezes, poderá ser um grande mal. A meu ver, Deus não dará valor algum a esse tipo de atitude.

Gosto daquela frase de Aristóteles quando diz: “A compaixão deve ser tratada com laxante forte”. Nada pior do que demonstrar compaixão e/ou pena de um ser humano ou até mesmo de um animal.

Ao invés disso, Jesus nos insistia a mudar a situação das pessoas em estado de necessidades através da virtude de dar sua riqueza a quem precisa. Mas para tanto, é preciso ter a riqueza correta,  ou seja, a virtude para poder dividir com quem não tem. Quando você faz isso, você enriquece quem era desprovido tornando-se pobre e imediatamente Jesus usa a virtude novamente com você, em um fluxo eterno.  

Se você se arroga em ser melhor em relação aos outros por ter recebido a virtude e através dela  transformar pobres em verdadeiros ricos e não o faz, seu destino não será nada confortável, pois o fluxo cessará. 

Quem está de pé, cuide-se para não cair na pobreza de novo.


Enjoy this blog? Please spread the word :)

A Gruta do Lou participa do Programa de Associados da Amazon Services LLC, um programa de publicidade para afiliados criados para fornecer um meio para os sites ganharem comissões, vinculando-se à Amazon. Em termos mais humanos, significa se você comprar um livro na Amazon a partir de um link aqui, receberei uma pequena porcentagem de seu preço. Isso ajuda a apoiar  A Gruta do Lou , compensando uma fração do necessário para manter o site e é muito bem vindo. Muito obrigado.