15 Maneiras de sabotar os melhores anos de sua vida:

Português: A Central de Informações Turísticas...
Português: A Central de Informações Turísticas está localizada próxima da Prefeitura Municipal e do Theatro São João, no coração do Centro Histórico, onde você poderá obter todas as informações necessárias para realizar um belo passeio pela cidade. (Photo credit: Wikipedia)

 

1. Comparar-se a todos ao seu redor.

Você nunca será feliz, se você compara sua vida, constantemente, com a vida de outras pessoas. Quanto mais cedo você perceber que a única pessoa que pode medir o seu sucesso é você, mais feliz você será.


2. Negligenciar a sua saúde.

Não cuidar de si mesmo (fisicamente, mentalmente e tudo mais) é a razão pela qual você se sente péssimo. Você não tem que se comprometer a ir todos os dias à academia ou aderir a dietas malucas comendo apenas folhas, mas ao não fazer o necessário para sua própria manutenção e autocuidado, você está fazendo um grande desserviço a si mesmo.


3. Dar chances às pessoas quando elas não merecem.

Se você sabe que alguém não faz bem para você, e continuam agindo da mesma forma sempre, provavelmente, não é muito sábio “esperar que mudem para melhor”.


4. Ouvir conselhos que você definitivamente não precisa.

Você não precisa acreditar em alguém que diga: “É assim que você deve viver seus vinte anos”. Se isso (não importa o que seja) não parece ser o certo para você, confie no seu instinto.


5. Não entender o valor do dinheiro.

Você vai agradecer a si mesmo IMENSAMENTE, se começar a economizar R$100,00 por mês agora. Em cinco anos, você terá R$6.000.


6. Não manter contato com as pessoas que você ama.

Ligue para sua família, ligue para seus amigos. Diga-lhes o quanto você os ama e precisa deles. Não seja uma dessas pessoas consistentemente sumidas e que ainda se sentem mal com isso.


7. Não abrir suas asas.

Se você se sentir preso a uma rotina, provavelmente, é porque você está preso, de fato. Mas  você pode mudar isso! Não diga não às coisas porque estão longe dos seus costumes. Arrisque viver um pouco mais. No mínimo, você terá algumas boas histórias para contar.


8. Viver atrás de uma tela

Todos nós amamos as mídias sociais, mas todos nós também precisamos ter um descanso delas. Redes sociais não são a vida real e agir como se elas fossem é a razão pela qual todos nós estamos desesperados em busca de filtros para as imagens. Lembre-se que há mais na vida do que seguidores, curtidas ou atualizações de status. Você vai se sentir muito melhor e cheio de conteúdo, quando aceitar isso.


9. Não pensar que há mais que você poderia fazer por si mesmo.

Estar contente é algo maravilhoso, no entanto, você deve forçar a si mesmo a progredir. Se nunca fizer isso, nunca saberá do que é capaz. Isso não é algo que vale a pena descobrir?


10. Viver sua vida inteira esperando o fim de semana.

Festejar é ótimo. Alguns dos melhores momentos de sua vida estão pela madrugada adentro até o raiar do dia. Mas não se perca para festejar. Você vai apreciar suas memórias, não apenas colecionar selfies borradas e pulseiras de festas na manhã seguinte.


11. Jamais admitir quando está errado.

Aprenda a pedir desculpas às pessoas. Aprender a ser uma pessoa melhor é algo que servirá para o resto da vida. Deixará sua vida mais fácil.


12. Recusar a mudar.

Por que você está constantemente hesitando em crescer apenas porque as mudanças não são como você gostaria? Tudo o que você realmente está fazendo é impedindo a si mesmo de se tornar quem você realmente deve ser.


13. Planejar sua vida inteira.

“A vida é o que acontece enquanto você está ocupado fazendo planos”, é um clichê que repetimos por uma boa razão. Se você acha que pode planejar sua vida inteira sem quaisquer imprevistos no caminho, você está errado.


14. Não falar sozinho.

Você sabe o que precisa, sabe como se sente, sabe o que quer dizer. Então, fale. Seja o seu melhor defensor. Você não pode esperar que mais ninguém o represente, então, faça por si mesmo.


15. Não se permitir ter seu próprio espaço.

Por último, você precisa dar uma pausa para si mesmo de vez em quando. Ninguém jamais conseguiu completar tudo o que planejou ou construiu sua “vida dos sonhos” em apenas um dia. Você tem tempo, relaxe. Tudo ficará bem. Mais do que bem, você será incrível! Você só precisa se permitir chegar lá.

____

Traduzido pela equipe de O Segredo – Fonte: Thought Catalog

Author: Lou Mello

Olha só, pessoal assíduo na Gruta (carinhosamente grutenses) já está careca de saber quais são as minhas graduações e tentativas de pós, etc.

Pessoalmente, dou pouco valor a tudo isso. Escolas e Universidades praticam o monopólio dos diplomas e a ajuda é sempre muito relativa. Estudei a Bíblia e ainda o faço, dei aulas em várias escolas teológicas, até o pessoal encerrar minha carreira, nessa área. Acho que não me achavam adequado, sei lá.

Valorizo muito mais os meus mentores, tais como Dr. Russel P. Shedd, Dr. Zenon Lotufo Jr. e Dr. Dale W. Kietzman.

Meu espírito é missionário. Plagiando o Amir Klink, “Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para desejar estar bem sob o próprio teto.
Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”. Eu viajei e ainda pretendo viajar.

Atualmente, continuo acalentando o Projeto Corações Valentes, embora ele não tenha vingado ainda. Talvez sinta falta do Thomas, tanto quanto eu sinto.

Além de lecionar (Ef. Física e Teologia), ensinei organizações não lucrativas a fazer amigos para ter sustento e, também, tentei ajudar as pessoas a crescerem através da mudança comportamental. Sonho em treinar professores em prática de ensino, quem sabe…

A Gruta surgiu como a forma ideal para a prática de algo que sempre gostei muito de fazer, ou seja, escrever e me livrar dessa coisa interior que pressiona meu peito com potencial para me matar. Tenho alguns projetos de livros em andamento, quem sabe ainda edito um ou alguns deles, antes de fazer a travessia.

Gosto música, literatura em geral, educação, astronomia (minha segunda paixão secreta, Ih falei).

Sou o principal leitor de tudo que escrevo. Ter leitores sempre foi algo inimaginável para mim, e ainda me surpreendo com as pessoas lendo meus escritos, comentando, enfim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *